Centro Cultural Brasil-Perú
Embajada de Brasil en el Perú
Calle General Borgoño, 1156 - Miraflores • Lima • 2410654
Lunes a Jueves: 7.30 a.m. a 8:30 p.m.
Viernes: 7:30 a.m a 7:30 p.m.Sábado: 9:00 a.m. a 7:30 p.m.
 
 
 

Artigos e Matérias
 VER TODOS OS ARTIGOS 

Dia do índio
NOTICIAS 19-04-2021

 


Em vários países da América Latina, como Brasil, Chile e México, hoje se celebra o Dia do Índio.

Esta data foi escolhida porque, em 1940, várias etnias se reuniram no Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, realizado na cidade de Pátzcuaro (México).

A reunião teve o propósito de discutir várias pautas a respeito da situação dos povos indígenas após séculos de colonização e da construção dos Estados Nacionais nas Américas.

A partir do ano seguinte, vários países do continente americano passaram a incluir em seus calendários o 19 de abril como dia de homenagem aos povos nativos ou indígenas.



Fonte: Brasil escola

 


A presença dos índios no território brasileiro é muito anterior ao processo de ocupação estabelecido pelos exploradores europeus que aportaram em nossas terras. Segundo os dados presentes em algumas estimativas, a população indígena brasileira variava entre três e cinco milhões de habitantes. Entre essa vasta população, observamos o desenvolvimento de civilizações heterogêneas entre as quais podemos citar os xavantes, caraíbas, tupis, jês e guaranis.

 


Geralmente, o acesso às informações sobre essas populações são bastante restritas. A falta de fontes escritas e o próprio processo de dizimação dessas culturas acabaram limitando as possibilidades de estudo das mesmas. Em geral, o maior contato desenvolvido entre índios e europeus aconteceu nas faixas litorâneas do nosso território, onde predominam os povos indígenas pertencentes ao grupo tupi-guarani. Apesar das várias generalizações, relatos do século XVI esclarecem alguns hábitos desse povo.

 


De acordo com esses registros, os povos tupi-guarani organizavam aldeias que variavam entre os seus 500 e 750 habitantes. A presença da aldeia era temporária e todo o seu contingente era dividido entre seis a dez casas, sendo que cada uma delas poderia variar de tamanho e comprimento de acordo com as necessidades materiais e culturais de cada aldeia. Para buscarem sustento, os tupis desenvolveram a exploração da coleta, da caça, da pesca e, em alguns casos, das atividades agrícolas.

A realização das tarefas cotidianas poderia variar segundo o gênero e a idade de cada um dos integrantes da aldeia. Em suma, as mulheres tinham a obrigação de desenvolver as atividades agrícolas, fabricar peças artesanais, processar os alimentos e cuidar dos menores. Já os homens deveriam realizar o preparo das terras e as atividades de caça e pesca. Tendo outro modelo de organização familiar, os índios organizavam casamentos e, em algumas situações, a poligamia era aceita.


 


Historicamente, a situação dos índios variou entre quadros de completo abandono, perseguição e miséria. Até meados da segunda metade do século XX, alguns especialistas no assunto acreditavam que a presença dos índios chegaria a um fim. Contudo, estipulados em uma população de aproximadamente um milhão de indivíduos, os indígenas hoje buscam o reconhecimento de seus diretos pelo Estado e ainda sofrem grandes obstáculos no exercício de sua autonomia.


Fonte: https://brasilescola.uol.com.br/historiab/indios-brasil.htm
Equipe Brasil Escola






 


 



 
 
Início
CCBP
Cursos
CELPE-Bras
CCBPNews
Escritores Brasileños
Exposiciones
Revistas
Contacto

 
Artículos
 •  Literatura Brasileña
 •  Estudios en Brasil
 •  Programas Especiales
 •  Concursos
 •  Preguntas Frecuentes
 •  Talleres
 •  Cine Club Brasil
 •  Programación Fala Brasil

 
Fotos
Canal CCBP
 •  Agenda Cultural
 •  Eventos
 •  Biblioteca
 •  Actividades
 •  Video
 •  Download
 •  Registrese

 
 
.:: • © Copyright 2010 - 2021, CENTRO CULTURAL BRASIL-PERÚ ® • Lima • Lima • 2410654 • ccbp@ccbp.com.pe • https://www.ccbp.com.pe .::
.:: • PORTALWEB 5.0 ® • WCMS Web Content Management Systems • Development for Santos Digital ™ Global Strategy